PLAYLIST

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

LENDO A ALMA DE MICHAEL


MICHAEL by REV. BARBARA KAUFMANN

Escritora, poeta, educadora e ativista norte-americana, membro da Wisconsin Society of Sciences, Arts and Letters; Wisconsin Regional Writers; e Fellowship of Poets, que se tornou grande admiradora de Michael Jackson.
Já falamos dela neste Blog [Alma Céltica], já publicamos alguns de seus inúmeros textos sobre Michael. Ela conseguiu ser tocada profundamente pela alma de Michael muito mais do que por sua arte. Ela conseguiu ouvir o chamado do dia 25 de junho de 2009 – como muitos de nós. Ela conseguiu ler nas entrelinhas dos pensamentos, sentimentos e atitudes do doce menino de Gary e reconhecer, ali, um grande Mestre, um grande Sábio, um grande Mago da Luz.
Neverland não era um rancho, e sim um Templo.
Segue um pequeno trecho de um de seus artigos, intitulado “No Estúdio com Michael Jackson”, baseado em uma palestra proferida por Brad Sundberg (técnico de som que trabalhou com Michael), retirado do Blog "Cartas para Michael":
Michael e Brad Sundberg
“Neverland era um lugar que foi construído para entreter as crianças, e um lugar para a cura. Cura? Ah, sim, a pesquisa revela que Jackson entendia de cura muito bem. O poder de cura da música, de recursos visuais e de abraçar o espírito da criança, sem restrição ou limitação.
Já entendia o poder de cura da música, da água, de uma atmosfera mágica, o fascínio e a alegria dos animais vivos, o valor medicinal de jogos, passeios e carnaval, da fuga despreocupada do mundo, seus problemas deixados para trás.
Jackson sabia que alguns momentos de magia duram uma vida. Para algumas crianças, ele sabia que um dia de magia poderia sustentá-las através de uma infância difícil.
Há um vídeo de Michael dando uma festa para alguém em sua equipe, que seria hospitalizado, e o homem é presenteado com um aparelho de vídeos e filmes. Todos os vídeos eram filmes como “Os Três Patetas”, que provocam riso.
Jackson sabia sobre os hormônios e o poder de cura do riso. Ou o poder de mergulhar na magia, para acalmar a alma esfarrapada. Ele estudou sobre isso.
Fornecer alimentação diária e um convite para as famílias (das pessoas que trabalhavam com ele e que apelidou "Sextas de Família"), na sexta-feira, ilustram não apenas a consideração de Michael Jackson, mas uma compreensão mais profunda do conceito sobre o poder medicinal e fortificante dos alimentos, uma espécie de comunhão partilhada por espíritos afins, reunidos em um espaço consagrado para o ato de criação e honrar o impulso criativo.
Convidar as famílias é uma mensagem subliminar sobre a comunidade e o que se faz na comunidade a partir do pão, juntamente com a família amada. (Nota do BLOG: Michael fazia absoluta questão de fazer, pelo menos, uma refeição juntos com seus filhos; mesmo que tivesse de cancelar compromissos. A alimentação compartilhada, para ele, é um ritual sagrado).  
Isso deveria vir como nenhuma surpresa, porque Michael Jackson fazia isso em sua vida pessoal e criativa, bem como em sua mensagem mais comercial: We Are The World.
Aparentemente, ele viveu a sua mensagem e convidava os outros ao redor dele, para vivê-la também. Ele construiu, silenciosamente, a comunidade. Ele andou e falou com todas, persuadindo à sua volta para o mesmo caminho.
[...]
Algo saiu daquele estúdio que me deixou abalada, um poema e um pedaço de música, ainda inéditos, que fala da missão de Michael Jackson neste planeta – que eu sempre achei que ele sabia, mas pude confirmar em sua própria voz, do seu próprio coração.
Foi intenso. É a evidência metafísica e única. Fui procurando, para o que parece agora ter sido há muito, muito tempo. Não é sobre o trabalho de Michael Jackson; é sobre o porquê.”

Muitas vezes, Michael preparava pessoalmente a refeição dos filhos; assim contou Debbie Rowe, assim contaram alguns de seus seguranças. Segundo Debbie, Michael fazia questão de se levantar à noite para preparar a mamadeira dos filhos. Ele conhecia o valor esotérico da alimentação preparada com os poderes mágicos do amor; e o sentido sagrado da alimentação em comunhão com os outros (Santa Ceia). E ele sempre abençoava os alimentos antes de ingeri-los.

São procedimentos que fazem parte da cura. Não da cura física, como o senso comum nos levaria a crer, mas sim a cura energética, emocional e psíquica. Todas, absolutamente todas as doenças têm origem psico-emocional; elas apenas se manifestam no físico. Isso equivale a dizer que curar apenas o físico é cuidar do efeito, e não da causa.



Michael sabia disso e criou um santuário de cura energética e emocional, que nós conhecemos como Neverland. Um lugar de energia limpa, em contato direto com a natureza em seu estado mais puro, e onde o amor e a compaixão fluíam como um bálsamo para todos; crianças ou adultos, que lá tiveram a felicidade de estar. Onde a alegria e a despreocupação afastavam os pensamentos nublados que vêm com a dor. Muitas pessoas foram curadas ali...



-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

Este artigo é protegido por direitos autorais. O autor dá permissão de compartilhá-lo, através de qualquer meio, contanto que os créditos sejam incluídos: nome do autor, data da postagem e o local onde se obteve a informação divulgada com o corpo da mensagem. É expressamente proibida sua comercialização sob qualquer forma ou seu conteúdo adulterado ou parcialmente divulgado (trechos da mensagem) ou utilizado para base de qualquer trabalho sem prévia permissão do autor. Sempre incluir o endereço eletrônico do site oficial no Brasil: michaelsiriano.blogspot.com.


segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

"VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO"


MICHAEL JACKSON FÃ CLUBE BRASIL

Campanha para o Hospital Curupaiti e Casa dos Girassóis - RJ (2013)

“Queremos, com o MJFC Brasil – Projeto Social “Você não está sozinho” (You’re not alone)”, influenciar cada vez mais as pessoas a se engajarem, com comprometimento às causas humanitárias, independente de serem fãs de Michael Jackson. Como dizia Michael: devemos “Curar o Mundo”(Heal the world). Os encontros promovidos pelo fã clube, além de confraternizar, promove o espírito humanitário.
O intuito é ajudar ao próximo com ênfase nas crianças que tanto Michael amava. Ele sempre suplicou que cuidássemos delas, e aqui estamos para seguir a sua vontade.
Podemos compartilhar ideias, trocar experiências e criar uma corrente de pessoas que ajude a desenvolver ainda mais as ações sociais. Temos duas instituições contempladas nessa campanha:
1ª) Associação Beneficente Hospital Curupaiti (Jacarepaguá/RJ) – leite em pó.
2ª) Associação Beneficente Casa do Girassol (Nova Iguçau/RJ) – fralda geriátrica, tamanho “P”.
Ajude, faça contato, compartilhe... Se cada um contribuir com um item por instituição, já estaremos fazendo a nossa parte…
Seja você um voluntário nessa causa, compartilhando essa postagem e sensibilizando mais e mais pessoas!
Quem quiser ajudar fora da campanha sinta-se a vontade, mas não deixe de colaborar!

Hospital Curupaiti
Hospital Curupaiti é uma antiga colônia de leprosos, situada em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, Brasil. Foi criado em 15 de outubro de 1929 para abrigar pessoas atingidas pelo Mal de Hasen, antigamente denominado lepra.
O Hospital Curupaiti atende cerca de duas mil pessoas, sendo quase 400 da época do isolamento compulsório, imposto no Brasil até a década de 1980. No país, existem 33 hospitais desse gênero, com até cinco mil internos, sendo o Curupaiti o maior de todos.
Diversas instituições filantrópicas estão situadas na colônia para tentar ajudar material e espiritualmente os internos e seus familiares. Entre estas instituições destacam-se o Centro Espírita Filhos de Deus, fundado pelo Sr. Amazonas Hércules; e a Congregação Mariana, associação católica sem fins lucrativos, fundada pelo Monsenhor José Carlos Moreira.
Ajude-nos nessa campanha!"
_____________________________
Casa dos Girassóis: www.casadogirassol.org.br
Endereço eletrônico: projetosocial@mjfc.com.br
Fonte: http://www.mjfc.com.br - O Fã-Clube de Fãs fieis


  CURANDO O MUNDO

sábado, 17 de fevereiro de 2018

AMOR ATRAVÉS DE ARQUIVOS
DO CORAÇÃO DE UMA CRIANÇA


"As crianças me mostram em seus sorrisos o lúdico divino em todos. Esta bondade simples brilha em linha reta de seus corações. Isso tem muito a ensinar." (Michael Jackson)
Michael Jackson sabia, em uma idade muito precoce, o que muitos de nós levam a vida inteira para aprender: as crianças podem nos ensinar muito. Michael amava todas as crianças do mundo. E para continuar o legado de Michael de amor para as crianças, eu acho que é muito importante procurar maneiras que irão inspirar a juventude de hoje a se tornar modelos positivos de amanhã.
Então, o meu desejo é que você vai ser iluminado por estas histórias de nossa geração mais jovem. Periodicamente, vai brilhar os holofotes sobre um de nossos jovens. Algumas histórias incluirão voluntários, líderes comunitários, pessoas com necessidades especiais ou talentos na arte / música / poesia / drama e membros inspirados por Michael, para se tornar uma pessoa melhor. Seja qual for o caso, Michael Jackson teve um impacto sobre todos esses jovens, e aqui estão as suas histórias. Divirta-se! (MJForever1995)


MICHAEL BY ALYSSA

Oi, eu sou Alyssa, do Canadá. Tenho 15 anos de idade e uma grande fã de Michael Jackson.
25 junho de 2009, realmente mudou minha vida para sempre. Estudava para as provas finais em minha sala de estar com meu pai por perto. A notícia veio às 06:00, na TV. Eu nunca vou esquecer a manchete histórica daquele dia: "Michael Jackson, o Rei do Pop, morre aos 50 anos." Nem mesmo sabia quem ele era, eu estava confusa.
Vendo o vídeo Thriller, pela primeira vez, ao ouvir suas canções de sucesso me fez pensar. Eu deixei cair instantaneamente meus livros e bater o computador para saber mais sobre o seu falecimento. O queixo do meu pai caiu quando ambos estávamos focados na notícia devastadora. Outros membros da família estavam com minha mãe, uma professora de escola primária, em uma viagem de campo com sua aula naquele dia. A primeira coisa que saiu da minha boca, quando eu vi pela primeira vez foi: "Você ouviu que Michael Jackson está morto?" Mesmo os meus pais, que nunca amaram verdadeiramente o homem a si mesmo, (mas amei o Thriller e a canção Black or White) não podia acreditar no que estava acontecendo.
As semanas seguintes foram os pontos de viragem em meu amor por MJ. Eu tinha que ficar com a minha avó e avô para a primeira semana de férias de verão. Eu fiquei no computador deles a maior parte do tempo da minha semana lá. Eu fui no YouTube só para ouvir seus sucessos, e até mesmo acabei lendo toda a sua página na Wikipedia (o que me levou um par de horas!). Eu assisti a um documentário de Michael Jackson, na esperança de esclarecer os fatos. Neste momento, a minha vida se tornou uma obsessão em torno dele. Minha irmã costumava dizer: "Você vai ficar obcecada por ele”. Mesmo depois que eu repetidamente disse que não, ela estava certa.No final da semana, eu comprei  Thriller , o início da minha coleção.
Eu, frequentemente, sigo todos os jornais e noticiários sobre ele. Isto é, quando o meu amor por Michael realmente começou. Quando seu memorial foi televisionado, eu sabia que tinha que vê-lo. Eu ainda não acho que eu era um fã, eu estava me tornando um sem perceber. Tudo o que eu queria fazer era aprender sobre ele, não sabendo de nada até então e sendo confundido com tudo que estava acontecendo, realmente teve seus efeitos sobre mim. Até a minha família, que estava começando a ficar irritada com a minha obsessão, o assistia comigo. Eu fiquei forte, tentando não mostrar a minha emoção, especialmente desde que eu tinha acabado de aprender sobre o homem. Mas, assim que Paris falou no final do memorial, eu corri para o meu quarto e chorei. Eu nunca pensei que uma pessoa que eu nunca tinha visto me afetaria de tal maneira. Eu chorei quando as músicas de Michael me lembraram de sua morte ou memorial, ou quando as letras eram simplesmente lindas.
 A maneira como ele se mudou me inspirou a ser uma maior dançarina
Eu tenho treinado profissionalmente desde os 4 anos de idade na dança: tap, ballet, jazz e teatro musical. Uma vez, eu vi o vídeo de Michael, Motown 25th performance, eu soube quem seria meu dançarino e mentor favorito. Eu me dedico muito às minhas aulas de dança, mesmo quebrando meus dois dentes durante a prática, uma vez (é tudo de bom - 2 dentes falsos e 11 pontos)! Sendo uma dançarina, eu entendo a quantidade de sangue, suor e lágrimas que leva para se tornar grande. A maneira que Michael dançou era simplesmente de outro mundo. Para alguém que se move tão fluentemente e com tanta graça, então, naturalmente, é surpreendente. Quando eu me formar, para o meu "grau 12 solo," eu escolho a música. Eu já sei que vou dançar a música de Michael Jackson.
Estou aprendendo em seu legado e estou tentando realizar grandes coisas, em respeito maior bailarino do mundo. Aprendendo suas canções que o verão realmente me fez explorar minha vida. Ele abriu meus olhos para um mundo de diversão, e como tudo começa por nós, para tornar nossas vidas o que queremos que elas sejam. Quando ele canta uma canção, ele nos ensina lições, e eu já aprendi muito com elas - a paz no mundo, a injustiça, o amor, pois eles são todos os componentes fortes da minha vida, e eu adoro a forma como ele os expressava.
Uma vez que a escola começou novamente, no outono, eu fui para a escola todas as manhãs com uma canção de Michael Jackson que ficou na minha cabeça. Eu estava escrevendo suas letras em todos os meus papéis, às vezes, de forma subliminar. Apesar de meus amigos não partilharem o meu amor por MJ e não entenderem por que eu o amo, eles me apoiam. Eles nunca fazem gozações e até mesmo me dão presentes de Michael Jackson.
É difícil falar com as pessoas sobre o meu amor por Michael, então eu me virei para os websites dos fãs de MJ e seu site oficial para obter mais suporte. Minha família não odeia Michael, mas eles não gostam muito dele. Eu ensinei meus três irmãos mais novos tudo o que aprendi sobre ele, e minha única irmã concorda com o quão grande é Mike. Todos eles se irritam, porque eu posso associar tanto com o tema do Michael Jackson.
Já se passaram mais de dois anos. Meu amor por Mike cresceu imensamente durante este tempo. Eu tenho os CDs de Off the Wall, de Dangerous  e estou, realmente, esperando para pegar o resto para os presentes futuros! Eu comprei todos os DVDs que eu vi sobre ele no Wal-Mart do Live in Bucharest: The Dangerous World Tour, documentários como Michael Jackson: A Vida de um Superstar. Eu tenho o seu jogo Wii, que eu absolutamente amo. Eu amo os tutoriais de seus passos e ser uma dançarina me faz apreciar ainda mais.
Na aula de arte deste ano, fizemos um "projeto de inspiração." Disseram-nos para fazer três projetos, todos de coisas diferentes, utilizando diferentes materiais. Eu escolhi a minha inspiração como música / dança. Claro, o meu projeto final, o que eu trabalhei tão duramente, foi uma pintura a óleo de MJ. Ele agora está pendurado, com orgulho, na minha parede, com um calendário de MJ, com o rosto postado lado a lado. Meu iPod tem centenas de suas canções, e 15 filmes / vídeos. Eu também tenho mais de 600 fotos para usar como papel de parede. Eu pego em muitos especiais de TV importantes dos anos 80 e 90, no YouTube, e desejaria ter vivido durante a sua ascensão à fama.
Eu aprendi muito com Michael. Eu sei que pode parecer estranho, sendo que eu só conheci o homem depois que ele passou, mas ele fez a minha vida muito maior. Minha revista está repleta de mensagens a ele, afirmando como eu desejaria tê-lo amado, enquanto ele ainda estava aqui.
Eu percebo que tudo acontece por uma razão, e que aprender sobre ele quando eu fiz foi bom para mim. Eu choro muitas vezes sobre um homem que eu nunca conheci, e eu nunca choro por nada, a não ser que me machuque. Tenho dedicado os últimos dois anos da minha vida ao meu ídolo, alguém que eu nunca tinha ouvido falar antes de seu falecimento. Você pode me chamar de rude, ou ignorante, ou qualquer outra coisa, mas a verdade é que eu tenho orgulho de ser um fã de Michael Jackson. Eu não só amo sua música e entretenimento, mas quem ele era. Eu não acho que nunca vai haver alguém que dá tanto de sua vida aos outros, novamente. Muitas vezes, as pessoas só olham para o que eles percebem como o "mau" que ele fez, mas, se você pensar sobre isso, ele fez muito mais de bom em sua curta vida. Ele não cantou por dinheiro ou fama, ele cantou para a esperança de felicidade e paz, e principalmente as alegrias da audiência. Suas letras, sua história, sua filantropia, são algo que todos na sociedade devem tentar espelhar.
Eu sou um apoiante orgulhosa das mensagens e da moral de Michael. Espero que um dia eu possa alcançar meus objetivos e me esforçar para ser o melhor que posso ser. Eu vou fazer o que for preciso para obter um pouco de Michael Jackson para o mundo. Como ele escreveu certa vez: "Você é minha vida!"
Saudades Michael! - Alyssa, Canadá


"Viver é ser musical, começando com a dança do sangue em suas veias. Vida, Tudo tem um ritmo. Você sente a sua música?" (Michael Jackson)
____________________________________

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

CUIDAR: MANEIRA GENTIL DE AMAR


MICHAEL by JANET JACKSON

Em uma entrevista com Piers Morgan, no Programa Tonight Show, Janet Jackson descreve o irmão como muito doce, muito gentil, incrivelmente inteligente, altruísta e sempre tocado pelo amor.
______________________________

“Mike e eu éramos muito próximos. Nós costumávamos ir a um restaurante chamado Love’s. Eu acho que ele nem existe mais. Nós comprávamos toneladas de jantares e saíamos de carro, procurando pelas pessoas desabrigadas, para lhes doar (as refeições). Costumávamos fazer isso com bastante frequência.
Certa vez, um cara disse: ‘Eu não quero sua comida fedorenta!’ E a jogou de volta para nós. Eu disse: ‘Mike, vamos sair daqui!’ Ele (Michael) era quem dirigia e eu entregava a comida. Mas essa foi a única vez que tivemos uma rejeição.”
Em seu discurso para os acadêmicos da Universidade de Oxford (Inglaterra - 2001) Michael faz menção a um episódio dessa parceria humanitária com a irmã caçula: “Quando eu era muito jovem, lembro que a gente tinha uma cadela, ela era uma mistura de lobo e perdigueiro. Não era uma cadela de guarda, ela se assustava e ficava nervosa com um carro buzinando ou uma chuva mais forte em Indiana. Minha irmã Janet e eu cuidamos daquela cadela com tanto amor, mas nunca realmente reconquistamos o sentido de confiança que foi roubado por seu dono anterior. Sabíamos que ela esteve para ser sacrificada. Não sabíamos o porquê. Muitas crianças hoje são os cachorros feridos que necessitam de amor.”
______________________________
               Cartasparamichael.blogspot.com
               Livro “Simplesmente Michael, mistérios e enigmas de uma lenda viva 



terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

"MICHAEL, VOCÊ É MÁGICO!"


Michael e Denise Pfeiffer

MICHAEL by DENISE PFEIFFER

Denise Pfeiffer é uma fã ardorosa que teve a sorte de encontrar Michael Jackson várias vezes. Membro integrante da Revista Off The Wall, ela não só assistiu os 37 concertos europeus da Dangerous World Tour, quanto assistiu a gravação da música Given In To Me.
_________________________________

“Se alguém tivesse me dito, em 1982 – quando me tornei fã de Michael – que eu o conheceria dez anos depois, eu provavelmente teria levado como brincadeira.
Não porque eu não quisesse ou não esperasse, mas porque parecia um sonho muito grande. Quando você considera a quantidade de fãs que Michael tem, os que compartilham o mesmo sonho, é tão surpreendente quanto encontrar uma agulha em um palheiro.
Em dez anos como fã, vivi momentos de emoção e alegria sem fim e fiz muitos amigos novos. Michael fez de mim uma pessoa melhor e me ensinou a acreditar em mim. Através de sua própria vida, me ensinou a melhor maneira de viver.
Talvez, uma das lições mais importantes que aprendi com ele é acreditar nos sonhos, onde quer que eles te levem. Eu sempre tentei fazer isso, mas, às vezes, é difícil. Michael parece ser distante e próximo, ao mesmo tempo.
[...]
Michael, você é mágico! Obrigado por dedicar seu tempo para realizar nossos sonhos. Sua preocupação com seus fãs nunca deixa de nos surpreender.”
___________________________
Cartasparamichael.blogspot.com